O que é espiritualidade?
Espiritualidade

O que é espiritualidade? Entenda aqui

Buscar entender o que é espiritualidade faz parte da vida de inúmeros indivíduos que procuram respostas para a sua conexão com algo maior e muitas vezes invisível. A espiritualidade sempre existiu, mas apenas agora em pleno século XXI que ela vem se tonando algo bem corriqueiro. A seguir você vai entender o que de fato ela é e quais as suas vertentes.

Certamente, cada indivíduo tem a sua própria percepção do que significa a espiritualidade, mas quando paramos para pensar mais profundamente, não chegamos a uma resposta real. Geralmente, associamos essa palavra a alguma prática religiosa espiritual como os cultos, missas, meditações, sessões e outras técnicas específicas.

Decerto, podemos entender o que é espiritualidade e inclusive associa-la as mais diferentes práticas espirituais. Mas, o fato é que essas práticas não refletem a essência da palavra, pois elas são utilizadas para atingir o torpor espiritual, mas não é o objetivo final, onde se quer atingir.

Normalmente, a religião dá ênfase maior para todas as formas de rituais e tradições ligadas a ela para se atingir a paz, etc. Já a espiritualidade é uma busca constante pela essência espiritual que existe atrás das aparências. Basicamente, o significado é o propósito que existe atrás de cada ação.

A espiritualidade está muito mais ligada a essência das coisas, independente da religião e seus rituais. Nesse contexto podemos associá-la a essência da palavra religare, cujo significado é religar, reunir, reconectar, etc.

A prática e vivência da espiritualidade sempre está ligada a presença de alguma autoridade interna que pode ser chamada de consciência, intuição, ser superior, Deus interior, assim por diante.

Definição sobre o que é espiritualidade

Saber o que é espiritualidade é entender o mundo considerado extrafísico, ou seja, está além da matéria que podemos ver normalmente com os olhos físicos. Ela é uma energia compreendida apenas com sentidos abstratos como a intuição, a força do pensamento e outras percepções mais sutis, por exemplo.

Essas percepções mais sutis são chamadas de manifestações mediúnicas. Aliás, a palavra mediunidade no latim significa “intermediário”. Então, quando usamos a mediunidade para atingir as energias da espiritualidade, estamos dizendo que utilizamos alguém para nos comunicarmos com essas energias.

Portanto, quando nos perguntamos o que é espiritualidade, podemos entender que o seu significado está dentro de um contexto mais amplo, ligado as forças energéticas espirituais, mas que envolvem também o ser humano.

Por isso que é comum, o indivíduo se referir a espiritualidade como sendo uma força espiritual e a utilizar os termos “a espiritualidade está me ajudando”, “movimentos espirituais me curaram”.

Quando o local está com a energia mais densa é comum as pessoas se referirem a uma espiritualidade mais pesada, densa, etc.

Então, dentro desse contexto, a espiritualidade se torna uma força de consciência que acabamos captando de uma maneira mais ampla e diferente.

O que é espiritualidade?

Mas, afinal, o que é espiritualista?

O espiritualista é aquele indivíduo que acredita justamente nas práticas e conceitos da espiritualidade, ou seja, suas crenças ultrapassam o plano material, esse que é perceptível apenas com o corpo físico.

Suas crenças são baseadas em tudo o que ela pode intuir, perceber e principalmente sentir. São esses sentimentos e percepções que a fazer acreditar em algo que não pode pegar. Todo espiritualista acredita muito na força do seu pensamento, da criação, da imagem e de tudo que a sua intenção pode criar como realidade.

Muitos espiritualistas afirmam que entender o que é espiritualidade é fundamental para evitar o excesso desordenado de energias espirituais, pois elas dessa maneira travam as energias materiais.

Ser materialista ou espiritualista?

Tudo na vida precisa de equilíbrio entre o mundo material e o mundo espiritual. Ser materialista significa que você acredita apenas nas coisas que consegue perceber com os sentidos do corpo físico.

Já o espiritualista acredita além dos sentidos do corpo físico.

É interessante que se perceba a importância desses dois mundos. Para conquistarmos as coisas, precisamos da matéria. Ou seja, você não consegue acessar determinados conteúdos se não fosse o mundo material.

Além disso, o corpo físico se alimenta da matéria para poder sobreviver.

Sendo assim, o materialismo é muito importante para a sobrevivência humana, mas viver com ele de maneira harmônica é muito mais saudável. A espiritualidade te dá a noção de que tudo na vida é passageiro, ou seja, você pode ter a matéria agora e de repente, não ter mais.

Por outro lado, não podemos ser espiritualistas em extremo, pois ninguém vive apenas de orações e meditações. Ao contrário, se você viver apenas a espiritualidade, não se apegando aos seus objetos, o risco é enorme de você se transformar em uma pessoa em situação de mendicância.

O equilíbrio entre esses dois mundos é essencial para que a vida seja levada de maneira mais branda, sem tantas perdas.

Qual a diferença entre a espiritualidade e a religião?

A religião está sempre pautada em tradições e rituais que possuem uma função de facilitar a prática dos adeptos. Com isso é possível criar os hábitos que devem ser obrigatoriamente seguidos.

Através disso, ocorre a conexão e a ligação do Homem com o Criador, Deus, Poder maior, ou seja, que nome quiser chamar.

Nas religiões formais, os praticantes e adeptos já encontram o caminho que devem seguir, não existe nada novo, ou seja, é como se tudo já estivesse pronto.

Como os estudiosos afirmam, a religião possui uma característica bem marcante de determinar a existência de uma autoridade externa, que deve ser obedecida. A imagem dessa autoridade pode ser a de um pastor, padre, rabino, pai de santo, madre, reverendo, etc. Em algumas religiões, a própria escritura se torna a autoridade que deve ser obedecida.

A espiritualidade caminha ao contrário da religião, ela enfatiza a busca da essência que está contida sempre atrás de qualquer aparência. Para entender melhor, é o propósito que existe por trás da intenção tomada.

Contextualmente, podemos entender o que é espiritualidade como sendo a compreensão da união do eu, ego com algo muito maior. E isso independe do local, do ritual, da forma, e da companhia que você tem ou da ação que você está tomando. O que importa, na verdade, é a sua autoridade interna, aquela que vai intuir seus sentimentos.


3 COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O AMOR!


Deixe seu Comentário!

Clique aqui para postar um comentário