Sincretismo entre Ogum e São Jorge
Espiritualidade

Entenda como funciona o sincretismo entre Ogum e São Jorge

Você sabia que no Brasil existem crenças herdadas e que foram trazidas para o país pelos escravos? E o mais interessante e triste disso tudo é que alguns santos são associados a outros, devido ao sincretismo religioso. Entenda o sincretismo entre Ogum e São Jorge e como ele é importante para diversos fiéis até hoje.

Exatamente no dia 23 de abril, às cinco horas da manhã, São Jorge e Ogum são celebrados. São centenas de fiéis rezando por esse santo em todo o Brasil.

Existe desfile, fogos de artifícios, as pessoas usam alguma peça de roupa na cor vermelha para lembrar a cor desse santo e o martírio que São Jorge viveu. Imagens são colocadas nos altares, velas são acesas. Afinal, é o dia desse santo, conhecido mais como o santo guerreiro.

As igrejas desse santo ficam com filas enormes, quilométricas. Os seus devotos se aglomeram para pagar as promessas ou simplesmente agradecer alguma graça alcançada. Muitos inclusive, tocam o manto de São Jorge pela primeira vez e a partir desse ato começam suas promessas.

Mas, engana-se quem pensa que é apenas um dia de comemoração para os católicos. Existem fiéis da Umbanda e Candomblé que comemoram o dia de São Jorge ou Ogum como é chamado.

Nas sedes de alguns terreiros ou centros são servidos almoços com a comida tradicional desse santo, feijoada, café da manhã, tudo para celebrar esse dia de Ogum.

Existem também, as meditações, as pessoas passam o dia todo em silêncio para lembrar a passagem de vida em silêncio que esse santo viveu.

Essa mistura tão estranha de crenças damos o nome de “Sincretismo Religioso”. A seguir você vai saber mais sobre ele e porque alguns fiéis não gostam muito dessa mistura de crenças.

Mesmo que você não concorde, certamente, é muito importante que todas as pessoas tenham acima de tudo muito respeito pelo sincretismo entre Ogum e São Jorge.

Entenda de uma vez o que é o sincretismo

As passagens históricas mais vergonhosas e cruéis que o Brasil viveu foi sem dúvidas, a escravidão.

Por conta desse episódio histórico e cruel, os escravos trouxeram da África, não apenas os seus corpos, mas sim também, toda a sua cultura e crença.

Acontece, que o Brasil foi dominado pela religião Católica e tais crenças que fossem diferentes dela, eram abominadas e terminantemente proibidas.

Assim como os índios, os escravos eram submetidos a um processo de catequização e doutrinação para adorar e ter fé principalmente aos santos católicos.

De maneira totalmente inteligente, esses escravos arrumaram um jeito de manter a fé em seus deuses sem despertar a fúria de ninguém. Esses escravos passaram a associar os seus orixás aos santos católicos.

Cada orixá era chamado de um santo. Foi dessa maneira que nasceu o sincretismo entre Ogum e São Jorge, Santa Bárbara com Iansã, São Pedro com Xangô e assim por diante.

Sincretismo religioso nada mais é do que a mistura de diferentes religiões. Desde que, se mantenha os principais traços das doutrinas originais.

A religião de Umbanda foi a primeira criada no Brasil, cujo sincretismo religioso está justamente nessa junção dos orixás com os santos católicos.

Pode parecer sem muita importância nos dias de hoje, mas foi graças a esse sincretismo feito pelos escravos que hoje podemos cultivar a nossa fé nessas entidades.

Ogum não existiria aqui no Brasil se não fosse a presença de São Jorge. Certamente isso se repetiria para todos os orixás existentes. Portanto, entenda que o sincretismo entre Ogum e São Jorge é extremamente importante.

Sincretismo entre Ogum e São Jorge

Como funciona esse sincretismo entre Ogum e São Jorge?

De acordo com as crenças da religião Católica, São Jorge foi um guerreiro. Protetor dos soldados na época do Império Romano. Morreu para defender a sua fé em Jesus Cristo e defender os humanos da fúria do dragão.

Seu cavalo branco foi o veículo que o fez combater todas as bestas que surgiram do inferno para atazanar a vida das pessoas.

O sincretismo entre Ogum e São Jorge surgiu justamente dessa característica guerreira que esses dois personagens possuem.

Ogum é o orixá que vai a frente nas batalhas e nas guerras. Destemido e desbravador por natureza, ensinou a humanidade a trabalhar com o fogo e o ferro. Em uma de suas mãos carrega uma espada, que é o seu símbolo principal de corte de energias negativas.

Tanto um quanto o outro são invocados principalmente para abrir os caminhos das pessoas. Além dessa abertura, ele também é eficiente no combate aos inimigos ocultos e declarados.

Todos os fiéis dos cultos de matriz africana concordam que a energia vinda de Ogum estão associadas as batalhas e as guerras cotidianas. Por conta disso, a associação a São Jorge é quase que automática.

A cor vermelha foi associada a esse poderoso mártir, tanto por causa de seus sofrimentos como por causa de seu elemento associado. Neste caso, a associação é feita ao elemento fogo.

É comum vermos alguns terreiros de Umbanda com a imagem de São Jorge no lugar de Ogum. É aquela imagem clássica do soldado lutando contra o dragão para salvar a filha do imperador.

Apesar de ser comum, vermos esse sincretismo entre Ogum e São Jorge, muitos fiéis não aceitam essa associação.

Principalmente no Candomblé, onde a religião está cada vez mais independente e forte para não aceitar mais essa ligação com os santos católicos.

O contrário também acontece, muitos católicos não associam de jeito nenhum a figura de São Jorge e Ogum. Segundo eles, ter fé acreditando que um é o outro é a mesma coisa que adorar um Deus pagão.

Sincretismo entre Ogum e São Jorge

Considerações finais

Podemos considerar que ao final de tudo, o que importa mesmo é termos respeito pela fé e religião do próximo. Não é possível que as energias sutis ficam se auto intitulando de religião x ou y.

Portanto, concluímos que todas as religiões possuem seus lugares. Contudo, não existe mais a necessidade de se esconder informações com medo do julgamento das pessoas.

Alguns hábitos acabaram enraizando algumas crenças dificultando a separação de ambas. Isso fica claro principalmente com a Umbanda como podemos ver com o sincretismo entre Ogum e São Jorge.


3 COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O AMOR!


Deixe seu Comentário!

Clique aqui para postar um comentário