Espiritualidade

Iemanjá: características, símbolos e seus filhos

Iemanjá, muito conhecida por sua relação com o mar, na cultura popular brasileira, é uma Orixá muito presente e poderosa. Ela preside a individualidade na formação, o que significa que é presente em todos os espectros.

Em seu sentido tradicional, Iemanja – ou Yemojá – é conhecida como a rainha das águas. Seus filhos são os peixes, e seu nome deriva do rio Yemojá. Especificamente no Brasil, a Orixá é cultuada como a deusa dos mares, especificamente. Na verdade, é conhecida em Ifé como a deusa de todas as águas – sejam salgadas ou doces, pois ela própria nasceu do rio.

O culto à espuma formada na água, por exemplo, deriva da reunião entre rios e mares. Este é o tipo de local onde o culto a Iemanjá adquire força simbólica, tornando-se ainda mais significativo. Além de rainha das águas, Iemanjá é diretamente associada à maternidade e à saúde.

Saiba mais sobre os diferentes elementos simbólicos, características, mitologia e traços dos filhos de Iemanjá:

Elementos simbólicos de Iemanjá

Entre todos os Orixás, é possível que Iemanjá seja a mais conhecida, junto a seus elementos simbólicos, por grupos de pessoas que não estão diretamente envolvidas com as culturas vindas do iorubá. Tradicionalmente, festas relacionadas ao mar e às águas são celebradas junto à espuma do mar, elemento simbólico muito importante da Orixá.

Além das tradicionais espumas, todas as águas são representações do domínio de Iemanjá. Suas cores são o Azul, o Branco, o Prateado e o Rosa. Seu dia é o sábado, e seu principal instrumento é o Abebé, o leque tradicional, na cor prateada.

Obviamente, o elemento de Iemanjá é a água, e seus domínios incluem toda a maternidade – especialmente através da educação, da saúde e do desenvolvimento psicológico dos indivíduos. Ela está diretamente ligada à formação das características pessoais.

Características de Iemanjá

Iemanjá é uma das mães supremas entre os Orixás. É considerada a mãe de todos os filhos, e a todos ajuda a desenvolver e evoluir. Através das águas, sustenta as pessoas, as nutre e as garante sabedoria. A água é, além de fonte de nutrição, o espelho usado para refletir não apenas as características físcias, mas todas as coisas que precisam ser pensadas e vistas.

Além de materna e perspicaz, Iemanjá sabe ser dissimulada, chantageando os outros com objetivo de proteger seus filhos. Além de ser mãe de muitos Orixás, é uma mãe protetora, que pode tomar decisões questionáveis para proteger seus filhos. A perda de um filho é dolorosa, e certamente terá consequências.

Os filhos de Yemojá

Os filhos de Iemanjá herdam a realeza de sua mãe. São calmos, imponentes e, em geral, bastante sedutores. Ao mesmo tempo, possuem a ira da Orixá, especialmente quando querem proteger os seus. São impetuosos, podendo dar a impressão de arrogância.

Em geral, são pessoas respeitosas em relação à hierarquia. Não possuem um espírito revolucionário ou disposto a rompes com o status vigente – pelo contrário, são capazes de desenvolverem-se plenamente dentro a hierarquia posta, obedecendo-a.

Em relação aos relacionamentos, costumam ser possessivas e lembrar das ofensas por um longo tempo. Ao mesmo tempo, são generosas e altamente aptas à educação. Possuem uma clara tendência a ajudar os outros, mesmo que demonstrem uma personalidade forte e (à primeira vista) pouco amistosa.